sexta-feira, 4 de abril de 2014

O estupro e a roupa

Nenhuma pessoa merece ser estuprada, mesmo que esteja desnuda. O estupro pouco ou nada tem a ver com a seminudez, se assim fosse haveria muitos estupros nas praias. Pelo contrário, quase sempre a roupa confere graça, beleza e encanto e mascara inúmeros defeitos físicos. Nelson Barh.

segunda-feira, 24 de março de 2014

Preconceito

Algumas palavras a respeito do preconceito, criação sórdida e irracional  de uma parcela considerável de seres humanos desequilibrados. 
A discriminação está em toda parte. O gordo, o magro, o baixo, o alto, o pobre, o negro, o branco, o idoso, o feio, o bonito, o deficiente, o empregado, o estrangeiro, o ignorante, o homossexual, o policial, o religioso, enfim todos esses e muitos mais, em dado momento, já sofreram preconceito. Nelson Barh


Geralmente, as pessoas inferiores são aquelas que rotulam as pessoas de acordo com a cor da pele de cada um; da situação financeira que elas demonstrem, do partido político a que pertençam; da opção sexual que manifestem, do nível escolar que adquiram, do credo religioso que pratiquem; etc. Assim sendo, não resta dúvida que esse grupo de seres egoístas, complexados e preconceituosos representa o que há de mais sórdido e  inferior na humanidade.Nelson Barh

domingo, 23 de fevereiro de 2014

Alcoolismo

Quando eu era menino indagava e tentava entender: o bêbado. 
Por que alguém que, embora não tivesse labirintite, adorava ficar tonto; que embora não fosse gago, adorava gaguejar e, mesmo não tendo dislexia e nem disfonia, adorava falar e escrever errado; que embora não fosse astigmático, preferia tudo enxergar embaralhado; que embora tivesse moradia preferia ficar dormindo ao relento na calçada da rua; que embora não tivesse gatismo, incontinência urinária e nem intestinal, preferia na roupa urinar e defecar?! Seria uma simples escolha ou profunda loucura de alguns seres humanos?
Hoje, entendo trata-se do alcoolismo, uma doença perversa, degenerativa (se bem que nem todos que façam uso da bebida sejam alcoólatras) que precisa de um tratamento bem variado, com medicamentos apropriados, com auxilio de associações de autoajuda, com muita força de vontade da pessoa doente e principalmente de muito apoio e carinho familiar.
 Texto: Nelson Barh.

sábado, 11 de janeiro de 2014

Caráter, nem pensar!

Infelizmente, algumas mulheres buscam  proteção, aparência, o sorriso fácil e muita diversão; porém caráter, nem pensar! Depois de inúmeras decepções e  vários  hematomas cada uma atribuirá a culpa ao seu dedo podre na hora da escolha. Assim não há Lei Maria da Penha que dê jeito! 
Nelson Barh   

sábado, 2 de novembro de 2013

Rainha das deusas

http://www.youtube.com/v/Lu_o6GJjz6U?autohide=1&version=3&attribution_tag=7hnbkBJzC50EoUgdIH6uww&autoplay=1&showinfo=1&feature=share&autohide=1

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Utópica liberdade

Nossa permanente insatisfação decorre do fato que somos impotentes diante dos acontecimentos, tendo em vista que a nossa liberdade é apenas aparente e que a felicidade, tão sonhada e sempre buscada, jamais será encontrada. Não importa o que façamos, não conseguiremos alçar grandes voos e sempre estaremos presos nas intransponíveis teias da realidade. Nelson Barh

quinta-feira, 25 de julho de 2013